Busca Personalizada

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Cebraspe divulga locais de provas para concurso MPU 2018

Com provas objetivas e discursiva marcadas para o próximo domingo, 21, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) divulgou o acesso aos locais de provas para o concurso MPU 2018 (Concurso do Ministério Público da União). O Cebraspe fará o concurso utilizando o método Cespe de seleção.

SOBRE AS PROVAS
As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, valerão 120,00 pontos e abrangerão os objetos de avaliação constantes do item 14 do edital. Cada prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item. Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO. Para obter pontuação no item, o candidato deverá marcar um, e somente um, dos dois campos da folha de respostas. 

👉 acesse local de provas, gabarito e resultado: http://www.cespe.unb.br/concursos/mpu_18

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PROVA OBJETIVA
A nota em cada item das provas objetivas, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 1,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 1,00 ponto negativo, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E).

Será reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir: a) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos P1; b) obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos P2; c) obtiver nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

A prova discursiva valerá 40,00 pontos e consistirá de dissertação, de até 30 linhas, sobre o tema Legislação aplicada ao MPU e ao CNMP, constante dos Conhecimentos Básicos. 

CRITÉRIOS DE DESEMPATE
Em caso de empate na nota final no concurso, terá preferência o candidato que, na seguinte ordem: 
  1. tiver idade igual ou superior a 60 anos, até o último dia de inscrição neste concurso, conforme o art. 27, parágrafo único, da Lei nº 10.741/2003, e suas alterações (Estatuto do Idoso); 
  2. obtiver maior nota na prova objetiva de conhecimentos específicos; 
  3. obtiver o maior número de acertos na prova objetiva de conhecimentos específicos; 
  4. obtiver a maior nota na prova objetiva de conhecimentos básicos; 
  5. obtiver o maior número de acertos na prova objetiva de conhecimentos básicos; 
  6. obtiver maior nota na prova discursiva (se houver); 
  7. tiver maior idade; 
  8. tiver exercido a função de jurado (conforme o art. 440 do Código de Processo Penal). 
CARGOS
Estão abertas oportunidades para Analista do MPU – Especialidade: Direito nos seguintes estados: Amazonas/AM (03 vagas e Cadastro Reserva - CR), Amapá/AP (01 e CR), Bahia/BA (02 e CR), Distrito Federal/DF (05 e CR), Espírito Santo/ES (01 e CR), Goiás/GO (01 e CR), Mato Grosso do Sul/MS (02 e CR), Mato Grosso/MT (04 e CR), Pará/PA (05 e CR), Rio de Janeiro/RJ (02 e CR), Rondônia/RO (04 e CR), Rio Grande do Sul/RS (05 e CR), Santa Catarina/SC (01 e CR; e Técnico do MPU – Especialidade: Administração nos seguintes estados: Acre/AC (01 e CR), Amapá/AP (01 e CR), Distrito Federal/DF (04 e CR), Minas Gerais/MG (02 e CR), Rio de Janeiro/RJ 01 e CR) e Rio Grande do Sul/RS (02 e CR).

REQUISITOS PARA INVESTIDURA
  • Ser aprovado no concurso público. 
  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do art. 12 da Constituição Federal.  
  • Estar em gozo dos direitos políticos. 
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino. 
  • Estar quite com as obrigações eleitorais. 
  • Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo, conforme o item 2 deste edital.
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo. 
  • Apresentar, se solicitado, previamente à posse, os seguintes documentos: certidões dos distribuidores cíveis e criminais das Justiças Militar, Eleitoral, Federal e Estadual ou do Distrito Federal dos lugares em que haja residido nos últimos cinco anos, expedidas, no prazo máximo de 30 dias, respeitado o prazo de validade descrito na própria certidão, quando houver; declaração de que possui situação jurídica compatível com nova investidura em cargo público federal, por não ter sido demitido por justa causa de emprego público, ou sofrido penalidade de demissão ou destituição de cargo público; declaração quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública e quanto ao recebimento de provento(s) decorrente(s) de aposentadoria(s); declaração de bens e rendas, na forma da Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992; e outros documentos eventualmente solicitados por ocasião da posse. 
GABARITO E RESULTADO
Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados na internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/mpu_18, a partir das 19 horas da data provável de 23 de outubro de 2018 (horário oficial de Brasília/DF).

O extrato de resultado final nas provas objetivas, para todos os cargos, de resultado provisório na prova discursiva, somente para o cargo de Analista do MPU, de convocação para a avaliação biopsicossocial dos candidatos que se declararam com deficiência e de convocação para o procedimento de verificação da condição declarada para concorrer às vagas reservadas aos candidatos negros será publicado no Diário Oficial da União e o respectivo edital será divulgado na internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/mpu_18, na data provável de 7 de novembro de 2018.

CONVOCAÇÃO CONCURSO MPU 2018
A convocação dos candidatos aprovados dar‐se‐á em vagas existentes, conforme subitem 4.1 do edital, bem como nas que forem disponibilizadas durante o prazo de validade do concurso público, nas unidades administrativas dos quatro ramos que compõem o Ministério Público da União (Ministério Público Federal, Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Ministério Público Militar e Ministério Público do Trabalho) e da Escola Superior do Ministério Público da União, consoante Lei nº 13.032, de 24 de setembro de 2014.

O candidato será nomeado em qualquer um dos Ministérios Públicos que compõem o MPU ou na Escola Superior do Ministério Público da União. Os candidatos aprovados e classificados no concurso poderão ser lotados em qualquer unidade administrativa do MPU dentro da UF de vaga para a qual concorre, de acordo com o interesse da Administração.

É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos, editais, comunicados e nomeações referentes a este concurso público publicados no Diário Oficial da União e(ou) divulgados na internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/mpu_18.

VALIDADE
O prazo de validade do concurso esgotar‐se‐á após dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.